sábado, 29 de maio de 2010


Qual é o seu negócio?

Estudo Baseado no Livro
QUAL É O NOSSO NEGÓCIO

de Ebenézer Bittencourt

Texto: Mateus 28.16-20

16 Os onze discípulos foram para a Galiléia, para o Monte que Jesus lhes indicara.
17 Quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.
18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra.
19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-OS ema Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,
20 ensinando-OS a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.



1. O NEGÓCIO

> Ninguém pode ficar de fora dos negócios DA família. Assim como um pai deixa o negócio DA família para OS filhos, Jesus deixou o seu “negócio” com OS seus filhos: nós! NINGUÉM PODE FICAR DE FORA! Se você faz parte DA família, faz parte do negócio.

2. NOSSO NEGÓCIO TEM A VER COM GENTE

> Mais fácil achar quem queira trabalham com coisas! Mas o negócio mais importante do Evangelho tem a ver com pessoas.

3. O NOSSO NEGÓCIO É PROMOVER LEALDADE A JESUS

> Fazemos discípulos de Jesus, não DA nossa igreja ou denominação.
Nos países islâmicos, promover a lealdade a Jesus pode significar a morte, mas OS missionários continuam a fazer isso.

4. O NOSSO NEGÓCIO É A COMUNICAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS

> A Palavra é de Deus – não dos homens.

> Qualquer igreja cuja palavra do pastor é superior à Bíblia, não é igreja cristã verdadeira.

> Cremos que devemos comunicar a Palavra de Deus com eficácia.

> Temos que nos livrar das barreiras que impedem uma comunicação eficaz na Palavra.

5. O NOSSO NEGÓCIO É UM PROCESSO ARTESANAL DE TRANSFORMAÇÃO DE VIDAS

> Não adianta saber coisas DA Bíblia, é preciso deixar que ela nos transforme.

> O discipulado é um processo sacrificial.

1Ts 2.8 Sentindo, assim, tanta afeição por vocês, decidimos Dar-lhes não somente o evangelho de Deus, mas também a nossa própria vida, porque vocês se tornaram muito amados por nós.
„« O discipulado não conduz à fama.

6. O NOSSO NEGÓCIO É FASCINANTE.

> Precisam-se de pessoas fascinadas pelo Evangelho.

> A igreja precisa de pessoas fascinadas pelo Evangelho assim como existem pessoas fascinadas pela sua empresa, pelo seu time de futebol, pelo seu “marketing de nível” (Amway).

CONCLUSÃO:

- O maior capital do nosso negócio são os milhões de vidas transformadas pelo Evangelho.

- Se você é um cristão, você faz parte desse “negócio” incalculável que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo: NÓS!


Fonte: http://pg.batistacentral.com.br/PG/estArtigos.asp?id2=455&pag=site



=============

=============

Nenhum comentário:

Postar um comentário