sábado, 16 de maio de 2009


COMO PERDER
A GLÓRIA DE DEUS
I Sm 2.12-17; 3.1; 4.1-22


· A condição de Israel era pior do que se tivessem se desviado de Deus, pois Eli o Sumo sacerdote já estava velho, cego, e não cuidava bem da vida religiosa do país.

· Seus filhos Hofni e Finéias eram desordeiros e comilões praticando toda sorte de coisas que não agradavam a Deus e desonravam e desrespeitavam seu pai.

· Era uma época de trágico declínio espiritual, a lâmpada do templo devia estar acesa continuamente (Ex. 27.20; Lv. 24.2) foi deixada apagar-se!

· Não bastasse tudo isso, Israel também estava sendo invadido pelos Filisteus.

· · A arca era considerada por Israel o objeto mais sagrado do tabernáculo.

· Era por sobre ela que a Glória do Deus de Israel se manifestava, principalmente no dia 10 de Tisri, o 7º mês do calendário judaico (nosso setembro-outubro), onde o próprio Deus descia e falava pessoalmente com o sumo sacerdote a respeito dos filhos de Israel.

· · Israel, embora sendo o povo de Deus, tinha suas superstições, e uma delas era que se levassem a arca, símbolo da Glória de Deus, para o campo de batalha, teriam vitória sobre os filisteus; fizeram da arca um amuleto.

· · Quando a Glória Densa de Deus não se manifesta, os cultos são frios, as pessoas entram e saem famintas e sedentas por Deus ou vazias e desanimadas, os demônios vêm à igreja no corpo das pessoas e estas não são libertas, não há arrependimento em massa, a resposta à mensagem, muitas vezes, é apenas uma decisão racional de seguir a Cristo, ou ainda, a superficialidade é aceita como o ápice da vida cristã.

VEJAMOS ALGUNS FATORES BLOQUEADORES DA PRESENÇA DE DEUS EM NOSSOS DIAS:

a) Pecado: I Sm 2.29-34

- Em Ap 3:1 o anjo da igreja tinha nome de vivo, mas estava morto.

- Ap 3:14-22 encontramos a igreja de Laodicéia, que se achava muito bem, mas estava morna.

- O pecado era tão grave que o próprio Jesus estava batendo na porta de sua própria casa!

- - Deus não se manifestou na batalha contra Ai por causa do pecado de Acã.

- Quando Josué foi buscar a Deus dizendo: Senhor, por que não te manifestaste hoje dando-nos a vitória sobre Ai? A resposta foi: Israel pecou.

- - Israel era um povo pecuário e agricultor. Quando Israel pecava os céus se fechavam, não havia chuva, conseqüentemente, a seca e a fome eram iminentes. Mas Deus deixara a receita para a cura em II Cr 7:13,14.

- - Muitas pessoas estão assim, perderam a glória de Deus, se tornaram frios e conformados como Israel e têm deixado suas lâmpadas se apagarem.- Atos 3.18-19-

b) Falta de Perdão

- A falta de perdão leva-nos à prisão espiritual. Perdemos a liberdade de orar, de adorar, de viver em alegria e total realização, quando o coração ainda abriga ressentimentos, mágoas, rancor, ódio.

- A falta do perdão traz doenças na alma que se somatizam, isto é, aparecem no corpo como enfermidades de difícil cura, até que o remédio do perdão seja aplicado.

- - Todos nós experimentamos ofensas: um amigo que nos trai, um filho ingrato, a parcialidade dos pais, uma palavra áspera, uma acusação falsa, uma data pessoal esquecida, a indiferença para comigo de alguém que me é importante. Mt 6.12,14-15

c) Mundanismo na vida dos crentes.

- Começaremos tentando definir a palavra "mundanismo":

- O Dicionário Aurélio define assim: "Vida mundana; hábito daqueles que só procuram gozos materiais.".

- - A partir dessa definição, vemos que não é absolutamente uma palavra que seria usada para descrever um cristão.

- - Ser mundano é aderir e seguir aquilo que caracteriza as atitudes e ações das massas; dos incrédulos - aqueles que estão perdidos.

- - A natureza humana nos predispõe para o mundanismo.

- Antes de sermos salvos, o mundanismo era um modo de vida. Após a salvação, ganhamos uma nova natureza, mas a velha natureza pecaminosa não foi erradicada. - 1 João 2:15-17; Tg 4.4

- - Nós, como cristãos, devemos buscar cada dia mais comunhão com o Senhor e sempre nos dispormos ao processo de santificação que ele nos oferece.

- Devemos submeter as nossas vidas ao padrão determinado pela Bíblia, a sua gloriosa palavra, a fim de chegarmos ao céu, o principal objetivo de nossas vidas.

CONCLUSÃO

· II Sm 6.9 – “COMO VIRÁ A MIM A ARCA DO SENHOR?”

· "Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras." (Ap. 2:4-5).

· A melhor maneira de retomar a sua condição de sacerdote nas situações é reconhecer onde você errou e caiu. Faça uma retrospectiva da sua vida e principalmente caminhada com Deus e começa a encontrar onde começaram a ocorrer os focos que te fizeram a andar, falar e pensar com uma pessoa que não tem a Jesus como Senhor e Salvador.

· Certamente o Espírito Santo irá te mostra os fatos e se em teu coração houver o desejo de recomeçar, GLÓRIAS A DEUS, sua vida e comunhão com Deus serão restauradas.

SHALOM-ADONAI!

Extraído da Internet. Não me lembro de onde. Créditos paro o autor.