segunda-feira, 16 de novembro de 2009


TOMANDO POSSE
DA PORÇÃO DOBRADA

2 Rs 2.1-14




Introdução:

- Precisamos tomar posse da porção dobrada do Espírito Santo, isto é, a plenitude do Espírito, para vivermos uma vida de conquistas no sobrenatural.

- O Pai quer nos dar muito mais do seu Espírito, para que isto aconteça precisamos de ousadia, disposição e perseverança em buscá-lo.

- Ter o Espírito Santo e ser cheio do Espírito Santo não é a mesma coisa. Você poderá viver uma vida cristã natural ou uma vida cristã sobrenatural, tudo vai depender do seu nível de comunhão e relacionamento com Deus. Contudo, somente com a porção dobrada do Maravilhoso Espírito Santo é que você terá uma vida de conquistas no sobrenatural e milagres.

- Vejamos as situações adversas que Elizeu enfrentou e sua perseverança no seu discipulado com Elias.

1. Perseverança em caminhar com Elias

a. Elizeu estava sendo tratado no seu caráter, a área da disposição e determinação de fazer a vontade do Senhor: “Disse Elias a Eliseu: Fica-te aqui, porque o Senhor me enviou a Betel. Respondeu Eliseu: Tão certo como vive o Senhor e vive a tua alma, não te deixarei. E, assim, desceram a Betel. Disse Elias a Eliseu: Fica-te aqui, porque o Senhor me enviou a Jericó. Porém ele disse: Tão certo como vive o Senhor e vive a tua alma, não te deixarei. E, assim, foram a Jericó. Disse-lhe, pois, Elias: Fica-te aqui, porque o Senhor me enviou ao Jordão. Mas ele disse: Tão certo como vive o Senhor e vive a tua alma, não te deixarei. E, assim, ambos foram juntos” (Vs.2,4,6).

b. Elizeu estava sendo tratado em seu caráter na área de obediência e fidelidade em seguir ao Senhor.

2. Perseverança em crer diante da incredulidade

- Elizeu se dispôs em crer mesmo diante da incredulidade dos discípulos dos profetas – “Foram cinquenta homens dos discípulos dos profetas e pararam a certa distância deles; eles ambos pararam junto ao Jordão. Então, Elias tomou o seu manto, enrolou-o e feriu as águas, as quais se dividiram para os dois lados; e passaram ambos em seco” (vs.7,8).

a. A incredulidade gera maldição (Nm 14.5-12).

b. A incredulidade nos afasta do Deus vivo (Hb 3.12).

c. A incredulidade traz derrotas e bloqueia o cumprimento das promessas de Deus na nossa vida (Mt 13.58).

3. Elizeu perseverou diante do Jordão

a. Todo servo de Deus enfrentará o Rio Jordão

- “Foram cinqüenta homens dos discípulos dos profetas e pararam a certa distância deles; eles ambos pararam junto ao Jordão. Então, Elias tomou o seu manto, enrolou-o e feriu as águas, as quais se dividiram para os dois lados; e passaram ambos em seco” (vs.7,8).

b. Antes de uma grande benção enfrentaremos o desafio de atravessar o Jordão.

c. exemplos de Jordões que se colocam diante de nós:

- Jordão da enfermidade (Is 53.4,5; Is 38.17).

- Jordão da insegurança ou indecisão (Sl 25.12-14).

- Jordão do medo (Is 41.10; Js 1.9).

- Jordão do desânimo

- Jordão das dificuldades financeiras (Fl 4.19).

- Jordão da desavença familiar (I Jo 3.8).

4. Mudanças e transformações que ocorreram na vida de Elizeu

a. Recebeu porção dobrada do ministério de Elias (vs.9-14).

b. Renunciou completamente ao passado – “tomando as suas vestes, rasgou-as em duas partes” (v.12b).

c. Passou a viver com um nível de autoridade espiritual mais elevada – “Então, levantou o manto que Elias lhe deixara cair e, voltando-se, pôs-se à borda do Jordão. Tomou o manto que Elias lhe deixara cair, feriu as águas e disse: Onde está o Senhor, Deus de Elias? Quando feriu ele as águas, elas se dividiram para um e outro lado, e Eliseu passou” (vs.13,14).

d. O sobrenatural passou a fazer parte do seu cotidiano

“Os homens da cidade disseram a Eliseu: Eis que é bem situada esta cidade, como vê o meu senhor, porém as águas são más, e a terra é estéril. Ele disse: Trazei-me um prato novo e ponde nele sal. E lho trouxeram. Então, saiu ele ao manancial das águas e deitou sal nele; e disse: Assim diz o Senhor: Tornei saudáveis estas águas; já não procederá daí morte nem esterilidade. Ficaram, pois, saudáveis aquelas águas, até ao dia de hoje, segundo a palavra que Eliseu tinha dito” (vs.19-22).

Conclusão:

Não se conforme com a vida espiritual que você tem levado, busque mais de Deus, porque este é o tempo de começarmos a viver num nível espiritual mais elevado, e de experimentarmos o sobrenatural de Deus.




FONTE: Prs. Paulo e Cleir – COMEVI – Itaperuna – RJ




Nenhum comentário:

Postar um comentário