domingo, 1 de novembro de 2009


PEDRO,
COMO UM DE NÓS




INTRODUÇÃO:

A Bíblia é um livro que mostra o homem na sua totalidade, não escondendo as suas falhas, erros e pecados. Quando estudamos sobre Pedro, compreendemos o que significa ser “humano” e a glória da graça de Deus na restauração de uma pessoa.

ALGUMAS CURIOSIDADES A RESPEITO DE PEDRO:

● Pedro estava sempre na frente, dava sua opinião sem medo de errar.

● Pedro foi a primeiro discípulo a ser escolhido (Mt 4.18).

● Foi o primeiro a responder a respeito da pessoa de Jesus (Mt 16.16).

● Foi ele, que com coragem, pergunta a Jesus quantas vezes devo perdoar meu irmão.

● Foi o que pediu a João que perguntasse a Jesus quem o trairia (Jo 13.24).

● Foi o que andou sobre as águas (Mt 14.28).

● Foi o primeiro a levantar e verificar o sepulcro, quando as mulheres anunciaram que Jesus havia ressuscitado (Lc 24.11-12).

● Foi o primeiro que saiu a pescar depois da morte e ressurreição de Jesus, levando outros com ele (Jo 21.3).

1 – UM LÍDER FIRME E DECIDIDO

– Quantas vezes perdemos oportunidades por não tomarmos iniciativas, por não tomarmos decisões certas e por não sermos mais firmes e decididos.

Ex: quando Jesus o convida a vir sobre as águas.

2 – RECONHECE O SENHORIO DE JESUS

– Nós precisamos diariamente reconhecer a importância e o poder de Jesus e declarar isso a Ele em uma confissão de amor e gratidão.

* Muitos tinham deixado de seguir a Jesus, então Ele pergunta aos seus discípulos se também queriam abandoná-lo. Pedro responde: “Para quem iremos nós? Só tu tens a palavra da vida eterna” (Jo 6.68).

* Em outra ocasião Pedro reconhece o seu poder e declara a Jesus: “Tu és o Cristo, o filho do Deus vivo” (Mt 16. 16).

* Em outra ocasião ele confessa da onisciência de Jesus: “Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabe que eu te amo” (Jo 21.17).

3 – DEMONSTRA FRAQUEZAS HUMANAS

– Mesmo tão perto de Jesus, Pedro mostrava as suas fraquezas. Por ser sempre o primeiro a falar e agir, muitas das vezes não pensava antes de falar, não pensava no que estava falando ou fazendo, quando então lhe ocorreu alguns embaraços, como a precipitação:

1. Quando Jesus disse que seria abandonado por todos, Pedro diz “ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo algum te negarei”.

* Como se sabe, Pedro nega Jesus três vezes (Mt 23.33-34).

2. Precipitado foi também quando cortou a orelha de um dos guardas que levaram Jesus.

* Nesta ocasião Jesus disse aos discípulos: “Mete a tua espada na bainha, não hei de beber o cálice que o Pai me deu?” (Jo 18.10-11).

3. Foi precipitado quando disse a Jesus que Ele não lavaria os seus pés

* (Jo 13.8-10).


4. Pedro foi vencido pelo sono: “nem uma hora pudestes vigiar comigo?” (Mt 26.40-41).

* A oração é alimento da fé, é o que nos anima, dá esperança e conforta. A melhor coisa que podemos fazer quando estamos em luta, é orarmos em voz alta, o suficiente para ouvirmos a nossa voz. * Desta forma, o sono não vem e o adversário não nos oprime. Orar em espírito ou em pensamentos, somente em algumas situações.

5. Com medo, nega Jesus dizendo que “não o conhecia” (Mt 26.69-75).

* Na hora do questionamento, da pressão, muitos crentes não têm coragem de dar testemunho positivo sobre Jesus: ou o negam ou se omitem.

6. Com medo do vento, começa a afundar no mar (Mt 14.30).

* Portanto, devemos ser firmes na vida, mas não podemos exceder a ponto de achar que sabemos tudo. Devemos refletir e ter calma para resolver os problemas, sejam eles fáceis ou não, agindo sem precipitação. Se há perseguições, aguardar em silêncio a salvação do Senhor (Lm 3.26).

CONCLUSÃO

– Pedro não era nem melhor do que nós.

- Era um homem com fraquezas e com virtudes, mas, acima de tudo, foi um homem que encontrou o seu caminho de volta para Deus, que viveu sua humanidade, mas que se comprometeu com sua fé até a morte.

- Somos pessoas como Pedro que cometemos erros, temos medo, sono, muitas vezes negamos Jesus ou o seguimos de longe, mas não podemos permanecer acomodados em nossos erros e fraquezas.

- Pedro confessou a Deus os seus pecados, arrependeu-se e deixa de exemplo sua confissão: “Senhor, tu sabes todas as coisas; tu sabes que eu te amo.” (Jo 21.17).

- A partir daí, seu ministério foi restaurado. Podemos ver seus feitos em Atos dos Apóstolos 1; 2; 5; 10.



Extraído e adaptado M. de Lourdes E. Gonçalves

=
===============

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.