quarta-feira, 21 de outubro de 2009


O papel do homem
na família




Introdução:

Nessa palestra queremos enfatizar o papel que o homem deve fielmente assumir e desenvolver no do casamento.
Esse papel diz respeito à esposa bem como os filhos.
Quais são os papeis que o marido deve desenvolver no casamento?


I - O marido e a liderança na família
– A esposa tem anseio que o esposo seja o líder espiritual dela. Quando o marido não providencia essa liderança, ou demonstra desinteresse em ser um bom líder, ela encontra dificuldade de confiar completamente nele, e pode até buscar liderança em outros.
O marido deve ser:
1.1 – O cabeça da mulher (cf Ef 5.23; 1Cor 11.3)
– A palavra “cabeça” significa “degrau”, “ordem”, “posição”.
Esse verso não ensina a superioridade do homem sobre a mulher porque Deus e Cristo são iguais, mais o Pai tem a posição mais alta do que o Filho. Aqui Paulo está falando de função e não de posição.
Ser o “cabeça” quer dizer:
Tratar a mulher com doçura e não com amargura (Cl 3.19; cf Ef 4.31).
Ter a Cristo como exemplo (cf Ef 5. 24)
– Cristo não oprime sua igreja mas se sacrificou por ela.
Paulo salienta não os direitos, mas sim as responsabilidades.
1.2 – Ser “o cabeça” significa liderar (1 Tm 3.12) – “…governe bem seus filhos e a própria casa.”
1.1.1- Exemplos de como não se deve liderar:a. O marido ditador – usa sua posição para liderar a sua família;
b. O marido democrático – as decisões são baseadas em votações;
c. Marido teimoso – nunca admite estar errado; b
d. Marido insensível – não demonstra percepção sadia no lar;
e. Marido silencioso - governa seu lar sem comunicação verbal;
f. Marido explosivo – a família nunca sabe quando ele vai explodir ;
g. Marido perfeccionista – exige tudo com extrema perfeição;
h. Marido crítico – em tudo ele vê algo errado;
i. Marido brincalhão – não leva nada a sério;
j. O marido infiel – abala a confiança de toda a família;
k. Marido indeciso – nunca toma decisões, sua liderança é passiva.

1.1.2 - Exemplos de como se deve liderar:a. Sendo um modelo para a família
b. Ele não deve esquecer as suas prioridades
1. Pessoas antes de coisas;
2. O lar antes da profissão;
3. Esposa antes dos filhos ;
4. Filhos antes dos amigos;
5. Esposa antes de si mesmo;
6. Coisas espirituais antes de coisas materiais.
c. Ele tem percepção das necessidades no lar.

II - O marido e o amor pela esposa

2.1 - Qual é a definição de amor de marido para com a esposa na Bíblia? - Paulo fala sobre esse amor: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,” (Ef 5.25).
Obs. A palavra “amor” que Paulo não é “Eros” que é o amor sexual; não é “filos” que o amor de um irmão, mas o amor “ágape”.
O que nos ensina esse amor – Ele é verdadeiro, não é paixão (ler 1Cor 13.4-7).
É um amor de entrega, ou seja, o mesmo de Cristo “…como Cristo amou a igreja…”.
O amor “ágape” é o primeiro plano, depois dele os outros sentimentos virão, pois o homem sente amor sexual por sua esposa “Eros”, ele é seu amigo verdadeiro “filos” .
2.2 – Alvos do amor verdadeiro (Efésios 5.26-27)
a. Ajudá-la a si tornar santificada, pura e madura (v.26a) – O marido deve ajudar a mulher em sua santificação.
b. Ajudá-la a ser limpa pela Palavra (v.26b)
c. Ajudá-la a ser gloriosa aos olhos do Senhor (v.27a)
d. Ajudá-la a eliminar defeitos espirituais (v.27b) – O marido deve ajudar a sua mulher a conhecer e servir melhor o Senhor.
2.2.1 – Algumas maneiras práticas de alcanças seus alvos:a. Elogiar sua mulher: “Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa; seu marido a louva, dizendo: Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas.Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e de público a louvarão as suas obras.” (Pv 31.28-31).
Obs - Há diferença entre “elogio” e “bajular” (adular), o elogio focaliza as qualidades de caráter, que ela tem responsabilidade de desenvolver.
Bajular focaliza os traços físicos, pólos quais não é responsável. Ele motiva o orgulho (cite exemplos de elogios).
b. Desenvolver segurança no seu relacionamento com ela
III. A esposa deve ter certeza de que está em primeiro lugar na vida do marido. Caso contrário, ela se tornará insegura.
a. Nunca comparar a esposa com outras mulheres.
A mulher fica muito machucada quando o marido admira a aparência ou habilidade de outra mulher as quais a esposa não possui. O marido que age assim está dizendo que não aceita a esposa como é.
b. Providenciar horas de conversas íntimas:a. Para o lazer
b.Para orarem juntos
IV. Valorizar as suas opiniões
Não tome decisões a respeito do lar sem entrar em acordo com ela.
Dê tempo a esposa para que expresse suas idéias e opiniões – quando o marido fica impaciente ao ouvi-la, ela sente frustrada. Procure enxergar as coisas do ponto de vista dela.
V. Encarar a sua esposa como a “parte mais frágil” (cf 1 Pe 3.7)
– Esteja sempre alerta às ciladas do diabo para atacar a sua esposa. Trate-a com discernimento e consideração.
1- O marido e o amor pelos filhos
– Como já falamos na palestra anterior, os filhos são herança do Senhor, ou seja, bençãos e: “Feliz o homem que enche deles a sua aljava;…” (Aljava – sacola onde se colocam flechas) (Sl 127.5a).
A idéia é que o homem que tem muitos filhos tem uma forte posição na comunidade e não será envergonhado se tiver de contender, perante a lei contra os seus inimigos.
1.1 – Dedicando-se aos filhos
– O marido não deve ser viciado em trabalho.
Às vezes a ansiedade tira dele o tempo de dedicar aos filhos e a esposa.
Obs.
A ausência do pai é uma das tendências mais destrutivas da nossa geração. Muitos homossexuais, e viciados em drogas começam tendo um pai ausente.
1.2 – Um exemplo de pai (cf Sl 103.13)
– Deus é pai e esse modelo de pai o marido deve seguir. Amoroso, compassivo, sustentador; em estar presente quando necessário.
Assim como Deus não quebra a aliança com seu povo, assim o marido não deve quebrá-la ele deve ouvir a voz de Deus: “…anda na minha presença e sê perfeito.”(Gn 17.1).
1.3 – O esposo e o seu papel de sacerdote
– Como sacerdote, ele precisa ter conhecimento de Deus, pois o próprio Deus diz: “…adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes.”(Pv. 4.5)

Conclusão:
Vimos nessa palestra que o esposo precisa tomar cuidado para não perder o seu papel de líder no lar.
Ele é o “cabeça” de sua esposa, mais isso não significa que ele deva ser um ditador. Ele deve demonstrar amor pela esposa, um amor verdadeiro.
Deve ser um pai exemplar e sacerdote em casa. Ele deve ser um homem de oração e temor a Deus.
Fiquemos com o Pedro escreveu: “Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações.”(1Pe 3.7).
FONTE: Rev.Ronaldo Pereira Mendes

==================

Nenhum comentário:

Postar um comentário