segunda-feira, 12 de outubro de 2009


GRATIDÃO

Lc 17:11-19



=> Gratidão demonstra o valor dado a tudo que se recebe.

=> Ser grato é uma atitude amorosa onde está presente a honra e o louvor. Isto tem implicações profundas na vida cristã.

=> Parece que as pessoas não conseguem perceber a importância de reconhecer o que se fez por elas.

=> Pensam que não passou de uma obrigação ou de uma circunstância isolada.

=> Quem não tem um coração grato não consegue ver nada de positivo ou feito por amor.

=> Estas pessoas têm a tendência de achar que tudo foi feito por interesse e que não há realmente necessidade de ser grato.

=> No caso dos dez leprosos encontramos uma história de homens ingratos e apenas um grato.

=> O que espanta é exatamente saber que a maioria não sentiu necessidade de voltar e agradecer. Esta prática se repete em nossos dias e existem muitas pessoas que não sabem ser gratos a Deus nem as pessoas que a ajudam.

I – O QUE É A INGRATIDÃO? – RESULTADO DO EGOÍSMO

* Este sentimento está presente em nossos dias, e geralmente estão presentes em pessoas que tem dificuldades em agradecer a Deus ou a alguma pessoa, por algum benefício ou favor.

* Esta pessoa torna-se indesejada e possivelmente não conseguirá ter vínculos fortes de relacionamentos.

* Os leprosos viviam uma vida de rejeição e de dor e mesmo diante da cura não voltaram para agradecer ao Mestre.

Temos aqui alguns princípios importantes para refletirmos:

a) Ingratidão é não reconhecer o que Deus faz - Sl 78:16,17.

- Quantas coisas temos recebido da parte de Deus.

- Não podemos tomar a atitude do povo de Israel de ,mesmo sendo alvo dos livramentos e das bênçãos de Deus , rebelara contra Deus. Não reconheceram o quanto foram beneficiados pela mão poderosa de Deus. Eram extremamente egoístas e interesseiros.

- A geração do deserto não entrou na terra prometida em decorrência dessa atitude de rebeldia e ingratidão.
- Há muitas pessoas que também não reconhecem o que se faz por elas. Toda ajuda recebida, todo esforço feito a seu favor, toda palavra dita, todo perdão dado são tidos como nada. Na realidade o coração dessas pessoas está cheio de inveja, dor e amargura a tal ponto que não conseguem enxergar o valor da gratidão.

b) INGRATIDÃO É esquecimento - Lc 17-11-19

– Existem pessoas que esquecem facilmente do que é feito para si. São boas para cobrar o que lhes pertencem, porém, péssimas em lembrar-se do que foi feito a seu favor.

- Guardemos as palavras do Salmista em nosso coração: Sl 103:1,2.

c) Ingratidão é insensibilidade - Pv 28:14

- Muitos têm coração duro. Resultado ou não de decepção, sofrimentos e circunstâncias da vida deixaram se levar pelo egoísmo e fecharam-se a tal ponto que não sentem a necessidade de ser grato pelo que recebe do próximo.

- Os leprosos eram Samaritanos. Esta classe rivalizava com os Judeus. Era uma questão história.

- Ao serem curados isto pode ter representado uma barreira (presente em seus corações) para voltarem e agradecerem o favor alcançado.

II – O QUE É GRATIDÃO? – UMA ATITUDE DE AMOR

* Conforme já foi colocado, gratidão e agradecer por algum benefício ou algo que recebeu.

* Gratidão representa uma forma de louvor e também de honra a Deus.

* Quando se fala em louvar a Deus estamos falando de uma atitude gerada em nós pelo que Ele é. Louvar a Deus é uma forma de honrá-lo como Senhor e Criador.

* Quando se fala em “ações de graças” estamos falando de uma atitude de agradecer a Deus por aquilo que Ele fez. Sl 100.4

a) Gratidão revela valorização do que recebeu

* O leproso que voltou até Jesus demonstrou que o que recebeu foi muito importante e que por valorizar isto não caberia outra atitude senão adorar a Jesus e ser-lhe grato pelo favor alcançado.

* Também fica implícito que ele valorizou a pessoa de Jesus.

* Saber valorizar o que recebeu (e cuidar bem) e valorizar também quem fez o ato é uma atitude de amor.

* Gratidão gera amor e cuidado, gera respeito e reverência. Foram estas as atitudes do leproso diante do Mestre.

b) Gratidão revela humildade - Pv 18:12

* O leproso era desprezado e certamente rejeitado pela sociedade de sua época. Não poderia viver em comunidade. Sua vida toma um novo rumo a partir do encontro com Cristo.

* No entanto, não é somente isto que chama nossa atenção. Veja que enquanto os nove não sentiram a necessidade de voltar, houve um que percebeu sua incapacidade e imerecimento. Sua atitude demonstrou que não recebeu a cura porque era bom ou rico, mas sim pela misericórdia de Jesus.

c) Gratidão gera louvor e adoração (Sl 92)

* O leproso voltou glorificando a Deus (Lc 17:11) pois em seu coração havia gratidão.

Ele sabia que não poderia mudar sua situação.
Ele foi alvo da graça de Deus e louvou a Deus pelo que havia recebido.

* Quantos recebem tantas bênçãos de Deus e não sabem olhar para eles e encontrar motivos de louvor e ações de graças.

* Façamos como o leproso: Glorifiquemos ao Senhor. Aprendamos a dar graças por tudo (1 Ts 5:18)

III – QUESTÕES PRÁTICAS SOBRE A GRATIDÃO

a) Seja grato a Deus mesmo diante das dificuldades

b) Seja grato as pessoas que te ajudam ou te ajudaram

c) Seja grato não somente pelas grandes conquistas, mas, também pelas pequenas.

d) Saiba honrar aqueles que estão do teu lado (família, trabalho,igreja), e verbalize isto.

e) Não esqueça dos benefícios que fizeram a você.

f) Uma pessoa grata tem um olhar de fé e de esperança

g) Uma pessoa grata é feliz e possui humildade de coração

h) Uma pessoa grata divide o que possui... o ingrato (egoísta)...

i) Uma pessoa grata sabe o valor de ajudar os outros.

Conclusão:

- Saber reconhecer o que fazem por você é mais que uma atitude nobre, é uma atitude cristã.

- Ser grato a quem te estende a mão, a quem cuidou (a) de você é sinal de amor e respeito.

- Não esquecer do que fizeram por você é atitude de amor. Vá ainda hoje e fale com as pessoas a quem você é grata, elas podem ter uma grande surpresa!

Veja esta ilustração:
Gratidão

O homem por detrás do balcão, olhava a rua de forma distraída. Uma garotinha se aproximava da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrina. Os olhos da cor do céu, brilhavam quando viu determinado objeto. Entrou na loja e pediu para ver colar de turquesa azuis.

- É para minha irmã. Pode fazer um pacote bem bonito?

O dono da loja olhou desconfiado para a garotinha e lhe perguntou:

- Quanto dinheiro você tem?

Sem hesitar ela tirou do bolso da saia um lenço todo amarradinho e foi desfazendo os nós.Colocou-o sobre o balcão, e feliz disse:

- Isto dá, não dá? Eram apenas algumas moedas que ela exibia orgulhosa.

- Sabe, continuou. Eu quero dar este presente para minha irmã mais velha. Desde que morreu nossa mãe, ela cuida da gente e não tem tempo para ela. É aniversário dela e tenho certeza que ela ficará feliz com o colar que é da cor dos seus olhos.O homem, foi para o interior da loja. Colocou o colar em um estojo, embrulhou com um vistoso papel vermelho e fez um laço caprichado com uma fita verde.

- Tome! Disse para a garota. Leve com cuidado. Ela saiu feliz saltitando pela rua abaixo.Ainda não acabara o dia, quando uma linda jovem de cabelos loiros e maravilhosos olhos azuis adentrou à loja.
Colocou sobre o balcão o já conhecido embrulho desfeito e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?

- Sim senhora.

- E quanto custou?

- Ah! Falou o dono da loja. O preço de qualquer produto da minha loja é sempre um assunto confidencial entre o vendedor e o freguês.

A moça continuou:

- Mas minha irmã somente tinha algumas moedas.O colar é verdadeiro, não é? Ela não teria dinheiro para pagá-lo. O homem, tomou o estojo, refez o embrulho com extremo carinho, colocou a fita e o devolveu à jovem.

- Ela pagou o preço mais alto que qualquer pessoa pode pagar. Ela deu tudo que tinha!
O silêncio encheu a pequena loja, e duas lágrimas rolaram pelas faces jovens.Enquanto suas mãos tomavam o embrulho ela retornava ao lar emocionada.
Verdadeira doação, é dar-se por inteiro sem restrições.

Gratidão de quem ama não coloca limites para os gestos de ternura. E a gratidão, é sempre a manifestação de Deus para com pessoas que tem riqueza de emoções e altruísmo.
Sê sempre grato, mas não espere pelo reconhecimento de ninguém.
Gratidão como Amor é também dever que não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece.

Fonte: Pr. Antônio Firmino da Silva Júnior

=============

=============







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.