sábado, 31 de outubro de 2009


COMO ATRAIR
NOVAS PESSOAS


* Estamos estudando sobre as características de um crescimento saudável.
Para crescer de maneira saudável a igreja precisa receber novas pessoas de forma contínua. Novas pessoas são como o oxigênio para o corpo. Sem ele as células acabam por morrer.

* Uma igreja que não recebe novas pessoas com o tempo fica doente. A comunhão diminui e começas os conflitos; as pessoas ficam menos criativas e o pensamento engessa; a igreja perde a visão evangelística porque não sente a dor dos que estão fora, etc.

* Novas pessoas significam novas idéias, significa ardor evangelístico renovado, abertura para mudanças. Vida gera vida e novas pessoas são a garantia da sobrevivência da igreja.
* Nossa igreja está descobrindo o valor de receber novas pessoas continuamente. Desejamos que este fluxo continue. Desejamos ver a igreja crescer continuamente e de forma saudável.

* Mas o crescimento não é automático. Ele é fruto do milagre de Deus e de uma consciente ação da liderança da igreja e de cada membro.
Por isso vamos repassar algumas condições para que o crescimento aconteça.
1 – Precisamos decidir crescer
E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos. (Atos 2.47)
* Acredite ou não, a barreira principal que impede o crescimento da igreja é o desejo.
* Você quer realmente crescer? Se sua resposta é sim, então você deve se comprometer com esse alvo e abrir-se para aceitar as mudanças. Todos na igreja devem estar abertas também a essas mudanças.
* A Bíblia diz - “Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto”.
* Para que a igreja cresça, algumas coisas precisam morrer. Aqueles que têm intimidade com o pastor precisam aprender a compartilhar de suas ações com as outras pessoas.
* Você deve ter o desejo de abdicar do controle de certas decisões e de certas áreas. Isso exige muito deixar seu jeito egoísta.
* Precisa deixar morrer algumas tradições, alguns sentimentos, alguns relacionamentos de modo a que o Reino de Deus vá em frente. Isso exige muita maturidade.
2 – Precisamos aceitar a mudança no papel dos pastores
* Uma vez que decidimos pelo crescimento, precisamos aceitar que muda a função dos pastores. A função dos pastores vai gradativamente mudando de ministro para líder.
* Se todas as coisas dependem do pastor, se ele vai precisar ministrar para cada pessoa, então a igreja não pode crescer além do nível de suas energias. E isto é uma barreira! O pastor se torna uma espécie de rolha, um obstáculo ao crescimento.
* O pastor de uma igreja pequena conhece todas as pessoas, faz todas as orações, todos os batismos, todo o ensino, conhece todas as famílias, cada criança, todos os cachorros e gatos e ele os pastoreia pessoalmente. Mas há um limite para quantas pessoas o pastor pode pastorear pessoalmente.
Acreditamos que todos precisam de CUIDADO PASTORAL.
Mas esse cuidado não tem que necessariamente ser ministrado pelo pastor ordenado. Por isso estamos implementando os Pequenos Grupos.

* Desejamos que nos PGs cada pessoa na igreja receba cuidado pastoral.
Com o tempo os pastores da igreja ficarão mais e mais liberados para cuidar da essência do ministério, que está registrada em Efésios 4.11-13
E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado, até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.

3 – Precisamos de Pequenos Grupos
* Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração. (Atos 2.46)
* As pessoas sempre reclamam que não são atendidas em suas necessidades quando na verdade estão perdendo o controle. “Há tanta gente aqui que ninguém tem tempo para cuidar de mim”, é uma reclamação muito comum. Outra é, “O pastor está muito ocupado para cuidar de mim.”
* Cuidar é uma necessidade legítima, mas você pode fazer isso multiplicando os Pequenos Grupos – grupos de 8 a 12 ou 15 pessoas.
* Os pastores continuarão cuidando de pessoas. No entanto, cada vez mais esta tarefa ser´c compartilhada com outros líderes.
* Temos hoje 3 Grupos de Treinamento onde cerca de 45 pessoas estão sendo preparadas para liderar os nossos futuros Pequenos Grupos. E no dia 04 de março (reserve esta data) faremos o lançamento oficial dos nossos futuros grupos de membresia.
4 – Precisamos de novos ministérios
* Cuide em cumprir o ministério que você recebeu no Senhor. (Colossenses 4.17) - Os pastores desejam compartilhar liderança.
* Desejamos ver a igreja mobilizada em vários ministérios e cada um fazendo aquilo para o qual Deu o moldou.
* Desejamos ver surgir ministério que sejam o retrato das necessidades de nossa comunidade e com isso atrair mais e mais pessoa.
* Desejamos ver surgirem cultos variados, onde as pessoas possam adorar a Deus dentro de seu estilo particular. Isto acontece hoje com os nossos adolescentes. Se isto acontecer com outros grupos, atrairemos pessoas novas com mais velocidade.
* Novos ministérios são fundamentais para atender necessidades específicas da igreja e da comunidade. Um dos segredos da multiplicação é atender as necessidades.
5 – Precisamos de novos líderes na Equipe Pastoral
* Então disse aos seus discípulos: "A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Peçam, pois, ao Senhor da colheita que envie trabalhadores para a sua colheita". (Mateus 9.37-38)
* Com o crescimento aumenta muito o trabalho. Somente com novos líderes que possa dedicar maior tempo, recursos e energia, poderemos atender às necessidades da igreja.
* Temos hoje muitas demandas reprimidas. Estamos buscando direção de Deus para trazermos novos líderes (de dentro ou de fora) para fazer parte da Equipe Pastoral.
6 – Precisamos realizar eventos com a comunidade
* Todos os dias continuavam a reunir-se no pátio do templo. (Atos 2.46)
* Eventos chamam a atenção das pessoas.
* Eventos causam impacto.
* Eventos mobilizam a igreja.
* Eventos com a comunidade tornam a nossa igreja mais conhecida.
* Neste ano realizamos vários eventos como a Festa da Família (nossa festa caipira), a Manhã Gospel, a Adoração In Concert, a o lançamento do Celebrando a Recuperação, a Feira de Ministérios e o aniversário da igreja. Vamos continuar realizando outros eventos.
7 – Precisamos de mais espaço
Diz o SENHOR. "Alargue o lugar de sua tenda, estenda bem as cortinas de sua tenda, não o impeça; estique suas cordas, firme suas estacas. Pois você se estenderá para a direita e para a esquerda; (Isaías 54.2-3)
* A igreja de Saddleback, possuia mais de 10.000 membros antes de construir o primeiro prédio. Isso mostra que uma igreja pode crescer sem ter patrimônio.
* Mas se faltar espaço a igreja pára de crescer. Uma pesquisa com milhares de igrejas nos Estados Unidos mostrou que quando o espaço chega a 80% de ocupação as pessoas começas a trabalhar menos para trazer mais pessoas. Isto porque o conforto diminui. Falta estacionamento, tem fila na cantina, os lugares melhores lugares sãos disputados, falta melhor acomodação para as crianças, fica mais quente, etc.
* Acreditamos que este lugar onde estamos já ficou pequeno. Precisamos de novos espaços.
* Precisamos de um espaço apropriado para os cultos, para os ministérios, para os eventos. Precisa ser um lugar bem localizado e que comporte nosso crescimento pelos próximos anos.
* Dificilmente este novo local poderá ser comprado. Precisaremos novamente alugar um espaço. Mas a experiência já mostrou que com isso a igreja crescerá.
* Estamos orando para que Deus confirme um outro lugar em breve. Quem sabe mudaremos ainda no ano que vem?
CONCLUSÃO
Para atrair pessoas novas, precisamos:
1. Decidir crescer
2. Aceitar que o papel do pastor mudará conforme o crescimento
3. Desenvolver um amplo ministério de Pequenos Grupos
4. Criar novos ministérios
5. Convidar mais líderes para a Equipe Pastoral
6. Realizar eventos com a comunidade
7. Ampliar nosso espaço físico




AUTOR: Pr. Ricardo Aurino







Nenhum comentário:

Postar um comentário